COMENDO A GATINHA DA ACADEMIA

O que eu vou contar aconteceu hб alguns anos. Eu malhava em uma academia simples na cidade de ilhйus, dava para ir andando da minha casa e sempre malhava entre 19h Г s 20:30h. Esse horбrio geralmente era cheio, havia mais homens do que mulheres e, entre as mulheres, apenas uma eu achava interessante. Ela deveria ter 1,60m, tinha 26 anos, umas pernas maravilhosas, seios pequenos e uma bunda fantбstica, chamava a atenзгo de todos.rnEla saia um pouco mais cedo que eu e quando eu saia, Г s vezes, a via na porta da academia esperando o seu namorado. Como sou tнmido, passava sem falar nada, atй que comecei a dar boa noite.rnEu sempre a admirava discretamente, mas, certa vez, percebi tambйm que os olhares eram recнprocos. Ela, embora fosse comprometida, ficava muito claro o seu desejo no olhar, situaзгo que me deixava um pouco sem graзa, mas muito interessado.rnCerto dia, ela estava utilizando o aparelho leg press, eu estava do lado em outro aparelho que nгo lembro o nome, e ela comentava com uma amiga sobre tempos da escola, e eu desconfiei qual o colйgio onde estudava, despretensiosamente, perguntei se se tratava do CEAMEV, ela confirmou e perguntou se eu estudei lб, informei que nгo e conversamos mais um pouco, atй nos apresentarmos.rnNo dia seguinte, quando cheguei e ficamos em aparelhos prбximos, ela animada comentou que jб tinha ouvido o meu nome e ao conversar com a mгe descobriu que eu era o advogado que ela sempre consultava, foi uma boa coincidкncia.rnPassei uns dias sem ir malhar, quando numa certa tarde, ela ligou para meu escritбrio e pediu para falar comigo, foi uma surpresa boa e perguntou o motivo de eu nгo ter ido malhar nos dias anteriores, fiquei bastante animado pois sabia que ela estava muito interessada, como dizem aqui, ?estava na mгo?. Expliquei a ela e disse que foram contratempos, mas que iria malhar naquele mesmo dia.rnEu nгo me recordo bem, mas a partir desse dia passamos a conversar mais e trocamos o nъmero de celular, e fiquei sabendo que ela havia terminado, foi quando comecei a convidб-la para que ela fosse no meu escritбrio fazer uma visita, ela disse que iria um dia.rnPara minha felicidade, esse dia nгo demorou muito e ela estava passeando com uma amiga pelo centro da cidade e resolveu me visitar. Disse Г  amiga que iria pegar uns documentos e que jб voltava. Para minha sorte, estava sozinho e foi uma surpresa receber a visita dela no final da tarde. Comeзamos a conversar atй que a elogiei falando que ela era muito bonita, ela agradeceu e retribuiu o elogio. Comentei tambйm que a admirava bastante e que percebia o seu olhar em direзгo a mim, ela entгo disse que eu tinha um corpo bonito tambйm… No mesmo instante perguntei o que ela queria quando me olhava daquele jeito, ela ficou meio sem jeito para responder e me perguntou se eu nгo imaginava, falei que sim e perguntei se poderia mostrar a ela… Me levantei da minha cadeira, fui em sua direзгo e pedi para que ela se levantasse tambйm e a beijei freneticamente… Ela estava com muito tesгo e me beijou da mesma forma comeзou a passar a mгo pelo meu corpo e foi em direзгo ao meu pau… Pensei: й hoje…. tirei a minha camisa com gravata e tudo, meu cinto e coloquei meu pau para fora, ela segurou e comecei a tentar tirar a calзa dela, quando ela disse que nгo podia demorar, que precisava ir pois a amiga estava esperando, mas eu nгo deixei, continuei e consegui abaixar a calcinha dela um pouco… nossa, estava toda melada, enfiei o meu dedo e fiquei dizendo para ela nгo ir, que ficasse sб mais um pouquinho, que a gente poderia ?dar uma rapidinha?…. Ela falava que nгo podia, quando a segurei e coloquei de costas para mim (as mulheres adoram isso e enfraquecem logo), abaixei mais a calcinha dela e coloquei a camisinha em meu pau e enfiei gostoso… fiquei comendo ela num ritmo bom, quando ela disse que queria mais forte, ela me levou para a parede perto do banheiro e comecei a meter com forзa. Como estava muito excitado acabei gozando logo…rnEla se vestiu, pediu algo para levar, jб que disse a amiga que nгo ia demorar e que ia pegar uns documentos, entгo eu dei a ela dentro do envelope uns rascunhos. Ela saiu e disse que sempre imaginou ser comida daquela forma….rnNos encontramos outras vezes no escritбrio e na minha casa, mas isso sгo outras histбrias….rn

novinha bucetuda incestoultimo conto gaypatricinha dando o cuesposinhaputaprima bebadacorno limpando a esposamulheres sendo encoxadasfodesaotuco da grande famíliaporno amamentaçãoporno gay pinto pequenocomendo meu primocontos gay onlinecoroa sendo estrupadafoto de pinto pequenosentando no colo do tioputa virgemporno gay amigo heteroesposa cornabucetagradegozou dentro da velhamacho maludocomendo meu sobrinholesbica seduzindo novinhadeixa eu chuparfiume eroticostia masturbando sobrinhocomendo a mulher do meu cunhadosexo gay bêbadogoza dentro de mimprima novinha dormindosexo gay entre garotostripla penetração na bucetacontos eróticos brincandofamilia sacana downloadsexo na escada do predioabusando da irmã dormindomamando bucetinhasexo dentro do onibuscontos eróticos realclube da punheta gaynamorada tuco grande familiajumento comendo a porcacontoroticopedreiro taradocoroa dotado gaytia batendo uma pro sobrinhovelho nusexo estacionamentocorno humilhaçãosexo gay tio e sobrinhofeliz aniversário, cunhadinha irmãboquete contospornotesãofilha tomando banholer contos eroticocontos eroticosdcontos eróticos.comboquete da exbundas academiapau raspadofoda no onibusfilho dotadogozei sem quererrentai desenhocontos/eróticossexo gay gêmeoscdzinha rjlavando a bucetinhapegando a vizinha escondidocontos crosscontos eróticos desenhotransando no baile funkcomendo a melhor amiga